Para construir uma startup bem-sucedida não basta ter uma boa ideia e dinheiro no bolso para investir. É necessário conhecer todos os aspectos que compreendem o empreendedorismo e gestão.

Entre eles estão o Retorno Sobre o Investimento, ROI para startup, que é um cálculo feito com a finalidade de obter a taxa de lucratividade dos investimentos em um projeto. Por meio dessa ferramenta, uma empresa pode descobrir o quanto de dinheiro ganha ou perde para cada real investido em uma nova proposta.

Com base nesse resultado, o empreendimento pode traçar as suas metas financeiras, identificar quais são as ações mais lucrativas e, a partir daí, tornar as suas estratégias mais eficientes.

Assim, o empreendedor pode, desde potencializar os investimentos que geram mais retorno, até promover alterações naqueles que não estão atingindo o esperado. Quer melhorar o processo de tomada de decisão do seu negócio? Confira, abaixo, como calcular o ROI para startup!

Como é feito cálculo do ROI?

O cálculo do ROI é bem simples, mesmo que você seja novo no ramo do empreendedorismo não terá problemas para efetuá-lo. Em primeiro lugar, é necessário subtrair o ganho que foi conquistado com o investimento do próprio montante investido. Depois, divide-se o resultado pelo total investido.

Visualize a fórmula:

ROI = (Ganho obtido – investimento) / investimento

Acompanhe o nosso exemplo. Em um cenário em que houve um ganho de R$ 400.000 e o investimento inicial foi de R$ 80.000, você terá:

(400.000 – 80.000) / 80.000 = 4

Nessa situação, podemos observar que o ROI foi de 4 vezes o valor empregado inicialmente. O retorno sobre o investimento deve ser expresso em forma de porcentagem. Sendo assim, há que se multiplicar o resultado por 100. Portanto, teríamos um ROI de 400%.

É importante ressaltar que todo o valor, tanto de investimento inicial quanto de despesa, tem que ser incluído no seu cálculo, mesmo que seja uma quantia pequena.

startupPowered by Rock Convert

Como calcular o prazo médio de retorno do investimento?

Após obter o ROI é preciso descobrir qual é o tempo que a startup vai levar para recuperar o seu investimento. Para isso, você terá que calcular o Prazo de Retorno do Investimento (PRI), que representa a atratividade da empresa, podendo ser usado no plano de negócios que será apresentado aos investidores.

Antes de qualquer coisa, devemos compreender se a startup é nova ou se ela já estava em atividade. Para um empreendimento novo, usa-se o valor do capital aplicado. Em se tratando de um negócio que já está funcionando, basta usar o valor total do seu patrimônio. Sendo assim, a fórmula para calcular o PRI corresponde a:

PRI = Investimento Total / Lucro Líquido

Suponhamos que o capital aplicado foi R$ 80.000 e o lucro líquido é de R$ 40.000:

80.000 / 40.000 = 2

Aqui, o prazo para reaver o dinheiro investido na abertura do negócio é de 2 anos.

Quais erros não cometer?

Em uma startup, os sócios investem muito do próprio tempo para desenvolver os seus projetos e, muitas vezes, acabam esquecendo de contabilizar o valor oriundo dessa mão de obra e subtrair do faturamento antes de chegar ao lucro final para obter o ROI.

Essa situação pode gerar um número que não retrata a realidade do projeto, passando a maquiar os ganhos do empreendimento. Lembre-se que criar um valor que não está de acordo com a verdade não melhorará os seus resultados, apenas causará transtornos, visto que as suas estratégias e decisões serão tomadas em cima de um dado equivocado.

Realizar o cálculo do ROI para startup e chegar a um valor honesto, engloba tudo que foi feito para alcançar um lucro, como campanhas de marketing, treinamento de vendas, aquisição de ferramentas de vendas, etc. Quanto mais correto esse cálculo estiver, mais eficiente será a sua gestão.

Quer melhorar o planejamento da sua startup? Saiba o que é um plano de ação empresarial e como implantá-lo!

 

Escreva um comentário

Share This