aceleradora de startupsPowered by Rock Convert

Atualmente, empresas como Google e Apple destacam a importância do propósito de uma empresa. Mas você já parou para considerar o que isso significa exatamente?

Pense, por exemplo, em um ambiente de trabalho mais descontraído, focado na educação, e não nas aparências, e com um cuidado enorme no processo de contratação e gestão. Essas são as principais mudanças positivas que passam pela nossa cabeça quando avaliamos as práticas que todo o mercado de trabalho aprendeu com as marcas que foram citadas.

Mas existe outro conceito muito forte compartilhado por elas e que é pouco falado: a influência do fundador na construção do propósito de uma empresa. Quer saber mais sobre o assunto e como levá-lo até o seu negócio? Então, continue a leitura!

A importância dos valores dentro de uma organização

O exemplo mais claro sobre como os princípios do dono moldam a cultura da empresa é a relação entre Steve Jobs e Apple. A preocupação constante dele em entregar a melhor experiência de uso possível fez com que a companhia, até hoje, mantenha-se em primeiro lugar como a mais valiosa do mundo.

Mas o contrário também pode acontecer. Travis Kalanick, um dos fundadores da Uber, transformou o ambiente interno da empresa em um lugar tóxico, o que fez com que os problemas corporativos superassem até mesmo seus bons resultados financeiros.

Como dá para perceber, a filosofia de vida dos donos influencia diretamente o propósito de uma empresa. Um empreendedor de sucesso é aquele que consegue equilibrar uma gerência responsável, de valores éticos, com valores sociais. E isso só é possível após entender quais características pessoais os donos desejam refletir em seu negócio.

Como transferir os seus valores para o propósito de uma empresa

O primeiro e mais importante passo é entender quais são seus propósitos de vida. Existem perguntas que podem ajudar você a encontrar essa resposta, veja, abaixo!

  • Qual tipo de retorno você espera proporcionar à sociedade?
  • Que espécie de ambiente de trabalho você deseja criar para seus colaboradores?
  • Quais são as causas sociais que você apoia?

Entendendo esses questionamentos, o próximo passo é pensar em como os valores listados podem ser agregados ao propósito de um negócio.

Se os fundadores prezam a total transparência nas relações, por exemplo, uma forma de espelhar esse comportamento na empresa é compartilhando com os colaboradores os resultados financeiros e estratégias anuais. Dessa maneira, eles saberão o status da organização e não serão surpreendidos com uma decisão inesperada.

A evolução e modificação dos valores da empresa

É claro que, da mesma forma que mudamos na vida pessoal, alguns valores podem ser modificados ao longo do tempo. Isso é saudável e até esperado, de acordo com o desenvolvimento do negócio. O importante é que essa transição seja comunicada e explicada de forma clara, tanto ao time interno como aos parceiros e clientes externos.

Mesmo assim, não é interessante alterar drasticamente os valores da sua empresa, pois isso pode causar um conflito muito grande não apenas entre gestão e colaboradores, mas também com relação aos seus clientes.

Portanto, fique atento também para os valores que seus clientes compartilham com você. Assim, vocês poderão crescer juntos, conforme você aprende e evolui como pessoa, mas ainda respeitando aqueles propósitos que fazem parte da sua essência.

Viu só? Agora, ficou mais fácil entender como a personalidade da equipe fundadora age dentro do negócio e como acomodar o propósito de uma empresa dentro dos valores que os donos desejam transmitir.

Quer mais conteúdo sobre o mercado de trabalho e o universo das startups? Então, curta a nossa página do Facebook e acompanhe todas as nossas postagens! Até mais!

Escreva um comentário

Share This