aceleradora de startupsPowered by Rock Convert

Quer crescer e expandir o negócio próprio? Entrar em um programa de aceleração de startups é uma excelente opção para otimizar estratégias, alavancar resultados e se tornar um empreendedor de sucesso. A aceleradora é uma organização que oferece apoio e impulsiona o crescimento das startups de uma forma rápida, por meio de mentoria, suporte na área de gestão e do acesso à rede de investidores.

Este tipo de programa é recente no mundo e começou a ganhar força a partir de 2005 nos Estados Unidos. Empresas renomadas como AirBnB, Dropbox, Stripe e Reddit são alguns dos exemplos de startups que passaram por programas de aceleração.

Em 2011, as primeiras aceleradoras começaram a surgir no Brasil e hoje elas somam mais de 40, de acordo com o levantamento do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. A projeção é que o setor cresça ainda mais, já que o valor do ecossistema brasileiro de startups chegou a US$ 3,45 bilhões em 2017, de acordo com o ranking do The Global Startup Ecossystem.

Mas, se você quer entender como a aceleração funciona, quais são os impactos e benefícios que o programa pode proporcionar e como escolher a aceleradora perfeita para fazer sua startup decolar, continue a leitura que vamos explicar tudo o que você precisa saber!

O que é e como funciona a aceleração de startups?

A aceleradora é uma organização que oferece um programa estratégico com ações efetivas para o crescimento rápido das startups. Isso é possível porque ela tem uma rede de mentores formada por instrutores especializados em gestão e executivos renomados que dão o direcionamento correto para o negócio se tornar lucrativo.

Geralmente, o ambiente proporciona uma grande troca de know-how e do compartilhamento de ideias, por meio da interação das startups que fazem parte do programa da aceleradora. Para participar, projetos interessados passam por processo seletivo, em que é avaliado os seguintes pontos:

  • o empreendedor e a equipe;
  • o modelo de negócio;
  • a concorrência e o mercado potencial;
  • a projeção de resultados;
  • e o alinhamento com o modelo de trabalho oferecido

Aceleradora e incubadora são a mesma coisa?

É importante destacar que aceleradora não é a mesma coisa que incubadora. Os dois tipos de programa têm como foco projetos inovadores e com alto potencial para crescer, mas as semelhanças param por aí.

Normalmente, as incubadoras são associadas às instituições de ensino e pesquisa. Como podem estar envolvidas com investimento governamental, elas exigem um plano de negócios mais detalhado e transparente.

Por outro lado, as aceleradoras são lideradas por empreendedores ou investidores experientes, e buscam negócios que possam crescer de forma mais rápida. Assim, optam por empresas que tenham como característica serem escaláveis. 

Quais os impactos e benefícios de participar do programa?

Como dito inicialmente, o objetivo das aceleradoras é impulsionar rapidamente o crescimento da startup. Isso significa que ao entrar neste programa, ela vai sair dele muito mais madura e estável do que quando entrou.

A aceleração agiliza a evolução da startup, direcionando as ações estratégicas, ajudando a determinar quem são os clientes do serviço ou produto oferecido e auxiliando na aquisição de investimento. Além disso, a aceleradora dá acesso às mentorias, poderosa ferramenta em que um profissional mais experiente dá suporte aos empreendedores que estão começando.

Esse tipo de programa ainda oferece uma grande gama de vantagens, como as destacadas abaixo:

Acompanhamento

Esse benefício está relacionado ao suporte para a evolução contínua da startup. A metodologia aplicada visa avaliar as ações por meio da análise de métricas e ferramentas de controle.

Workshops

Os empreendedores passam por sessões de capacitação para a formação de líderes. Essas atividades podem acontecer em conjunto com outras startups ou de maneira individual.

Serviços

Abrir um negócio é, na maioria das vezes, um processo muito burocrático. Porém, a aceleradora minimiza isso por meio de assessoria contábil, jurídica e financeira.

Rede extensa de parceiros

Economizar recursos nunca é demais. Participando do programa de aceleração, a startup pode contar com uma extensa rede de parceiros, como na área de ferramentas digitais (distribuição de e-mails, pagamentos, hospedagem na nuvem, entre outros).

Contato com investidores

O contato com investidores é feito ao longo ou no final do programa de aceleração, por meio de encontros coletivos ou individualmente. A rede é ampla e atua em diversas áreas, de forma que a startup possa fazer um pitch de vendas mais efetivo, direcionado e com sucesso garantido.

Como escolher a aceleradora perfeita para o seu negócio?

Não existe uma fórmula mágica para escolher uma aceleradora que seja perfeita para o seu projeto ou negócio, mas algumas dicas podem ajudar você a tomar uma decisão mais certeira. A primeira delas é avaliar qual é o estágio em que o negócio se encontra.

A sua startup tem um modelo de negócio viável, escalável e repetível? O produto ou serviço oferecido tem como foco resolver o problema das pessoas? Existem interessados em comprar essa solução? Se as respostas forem sim, ficará mais fácil fazer parte do time de uma boa aceleradora.

Também vale a pena consultar quem já participou da aceleração, a rede de parceiros, as demais startups participantes e os diferenciais ofertados, como certificações.

Outra dica essencial é pesquisar bastante. Faça perguntas sobre como o programa funciona e avalie se a metodologia oferecida está adequada quanto às suas intenções e necessidades. Antes de fechar qualquer acordo, leia atentamente as regras, os benefícios e quais serão as suas responsabilidades.

Na Bluefields, por exemplo, a rede de mentores é formada por 25% de estrangeiros, a academia de líderes tem sessões exclusivas e os cursos (de empreendedorismo e em outras áreas de conhecimento) foram desenvolvidos por uma instituição internacional.

Ao final do programa, a organização ainda conta com uma rede de importantes investidores do Brasil e do mundo. Assim, vale muito a pena fazer parte de um programa de aceleração de startups, não é mesmo?

Se você quer fazer a sua startup crescer, faça parte de uma aceleradora agora mesmo! Entre em contato com a gente aqui para saber como é possível alcançar sucesso com o seu negócio!

Escreva um comentário

Share This